08/11/2016

Intercâmbio em casal


Eu ainda não havia comentado, mas eu não vou embarcar sozinha nesta aventura não :)

Desde antes de começarmos a namorar eu já dividia com o Chris a minha vontade de viver a experiência do intercâmbio e com o tempo e a consolidação do relacionamento, essa passou a ser uma vontade dele também... e agora, lá vamos nós, juntos, escrever mais um capítulo da nossa história nas terras frias da Irlanda, rs.

Já faz muito tempo em que intercâmbio deixou de ser somente coisa para jovem solteiro. Cresce cada vez mais o número de casais que optam por ter esta experiência juntos, e acredito que neste caso além do seu auto conhecimento, para o casal é uma experiência incrível de aproximação e auto conhecimento de uma vida a dois. É a prova de que tem espaço para todo mundo, solteiro, casal, para quem é novo, para quem é mais velho, não existem barreiras.

Acho que a maior vantagem de ir em casal, é que ao se despedir da família, não gera aquele pensamento clássico de: "meu Deus e agora? estou indo para outro país e completamente sozinha..." Ter uma companhia para dividir os primeiros medos e inseguranças é muito confortante, uma pessoa com quem você pode contar, conversar, trocar ideias, pensar em soluções para os primeiros perrengues, ter alguém ao lado dá sempre mais coragem, né? E na hora que a saudade aperta, então, nem se fala... é mais fácil aguentar certas coisas tendo um ao outro.

Acredito que na hora do planejamento também rola uma vantagem em relação ao valor da escola, afinal, uma coisa é você negociar um curso, outra, é negociar dois, ou seja, dá para chorar um descontinho maior. Mas, a economia para por aí, porque documentação e passagem são valores individuais mesmo. Poder viajar para outros destinos com uma companhia especial também é uma baita vantagem, principalmente, se você não tem o costume de viajar sozinho.

E é claro, existem as desvantagens. Primeiro a questão da acomodação, conseguir um cantinho legal só para os dois não é tarefa fácil, vai exigir muito mais pesquisas e bateção de perna para achar um lugar que os dois se sintam bem. Existe também a questão do idioma, dificilmente vocês vão se comunicar na língua local quando estiverem sozinhos, então precisa tomar muito cuidado para isto não prejudique a evolução de vocês, se ajudarem, compartilhar o que cada um aprendeu ou descobriu é uma forma de driblar este fator. E se aqui vocês moram separados e passarão a ter a primeira experiência de morar juntos, pode rolar um estranhamento inicial, afinal cada um tem seus gostos e costumes, mas com o tempo isso pode virar um super ponto positivo, ou seja, é um baita teste para o relacionamento.

Aceitar embarcar nesta aventura comigo está significando muito para mim, pois confirma não só nossos sentimentos, como também, o compromisso um com o outro e nossa parceria.

E você? Vai sozinho? Em casal? Com amigos? Conta aí...

2 comentários:

  1. Jana, não sabia que vc ia com seu amore! Que legal..=) Vão aprender juntos, muito bom!

    beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá Jana, vou em casal também!
    Vai contando tudo aqui pra gente! Qdo vcs vão?

    ResponderExcluir