25/11/2016

Como organizar uma viagem


Não sei você, mas melhor que organizar uma viagem, só chegar o dia de viajar mesmo. Quando defino o meu destino, sai de baixo que eu vou virar quase uma guia turística por correspondência. Para quem não curte tanto assim esta fase, segue algumas dicas para ajudar.

Seu destino

O primeiro passo é saber para onde você quer ir, né? Se você é como eu, tem milhares de destino na sua wishlist, então agora é a hora de escolher um deles. Com o destino escolhido você consegue começar a planejar os primeiros passos: se vai precisar de passaporte, qual o meio de transporte que irá utilizar, qual a melhor época, em que estação do ano estará e por aí vai...

Pesquisar

Eu quando começo a pesquisar sobre o lugar fico ainda mais empolgada. A internet é sensacional porque muita gente compartilha suas viagens dando dicas de roteiro, passeios... Visite sites, blogs, busque indicações de pessoas que já foram, enfim, use todas as ferramentas disponíveis para saber mais sobre o lugar, pra que pagar alguém para fazer isso se você mesmo pode programar tudo?

Passagens

Para fugir de preços altos é preciso também fugir de altas temporadas. É preciso ter paciência e sempre pesquisar já que os valores de passagem variam muito o tempo todo. Se você irá de carro ou ônibus esta questão fica mais fácil, porém em altas temporadas o volume de pessoas indo para o mesmo destino é maior, ou seja, fuja do trânsito, afinal, ninguém gosta de perder metade do dia na estrada, né?

Estilo

É importante definir o tipo de viagem que você pretende ter, isso ajuda a ter uma noção do quanto vai gastar. Eu sou do tipo que não abre mão de conhecer o máximo de lugares que eu puder em viagens, existem pessoas que se contentam em ir para o lugar e ficar curtindo o hotel. Existem ainda aqueles que não abrem mão do conforto e os que em qualquer lugar que cair tá valendo. É de suma importância definir suas prioridades para saber onde canalizar seu investimento, um roteiro mais enxuto e um hotel mais bacana ou um roteiro recheado e um hotel mais simples?

Hospedagem

Mais uma vez, é precise definir seu estilo, qual a melhor opção para você? Hostel? Camping? Pousada? Hotel? Airbnb? Existem muitas opções! O melhor lugar com certeza é o que atende suas necessidades, precisa ter café da manhã incluso ou não, quarto com ar condicionado, localização, estacionamento, ambiente... Qualquer que seja o local escolhido, fique atento as avaliações do lugar.

Transporte

Como você pretende conhecer a cidade? Táxi? Metrô? Carro alugado? Aqui a pesquisa é muito importante, pois com ela você vai conseguir ter ideia de como é o transporte público local e se vai te atender bem. Quando fui pro Chile por exemplo, conheci grande parte dos locais utilizando o sistema de metrô deles que é muito bom. Já quando fui para Floripa, optamos por alugar um carro.

Money que é good nóis não have

Se dinheiro não é problema... se joga! Mas, se assim como eu você precisa economizar é bom ter em mente qual será seu orçamento para a viagem, afinal de contas você quer momentos agradáveis e não de privações, certo? Então, é bom ter em mente os gastos para que você consiga aproveitar os passeios, restaurantes, compras... trace seu roteiro, assim vai conseguir ter uma ideia mais real de quanto será necessário.

Companhia

Se você vai sozinha é mais fácil, você não vai precisar adequar os gostos, mas se vai com alguém é legal alinhar os objetivos antes de chegar no destino. Já pensou que chato você querer se enfiar em trilhas e a pessoa só pensar em compras? Vamos evitar frustrações!

Roteiro

E por fim, um dos itens mais importantes e que irá te guiar o tempo todo, seu roteiro. Organizar seus dias com tudo o que pretende fazer, te poupa tempo e vai te sobrar diversão! Eu dou muito atenção para o roteiro, separo tudo o que quero fazer, o que consigo fazer no mesmo dia sendo mais próximo, o tempo de duração em cada local, dá um pouco de trabalho, mas é a chave para o sucesso da sua viagem.

Você tem mais alguma dica? Deixa aqui pra mim!

0 comentários:

Postar um comentário