16/11/2016

Ansiedade pré intercâmbio




Faltam 79 dias pro meu embarque e a única coisa que eu consigo pensar é, eu queria que já fosse amanhã...

Cabeça fervilhando, vontade de começar a arrumar as malas, comprar os euros e correr pro aeroporto. Penso no intercâmbio o tempo inteiro, a sensação é que estou suspensa em um mundo à parte, vivendo um futuro que ainda não chegou. Ansiedade é pouco, né?

Engraçado que muitas pessoas dos grupos que eu participo falam de medo e até o momento este não tem sido meu sentimento principal, talvez a maturidade traga isso. É verdade que às vezes, até passa pela minha cabeça um medinho, aquele questionamento de será mesmo que é a coisa certa, mas é um pensamento tão aleatório que ainda não chegou a se tornar uma preocupação.

Tem dias que eu choro olhando pro meu cachorro, dá uma agonia pensar que se minha família precisar de alguma coisa eu não estarei por perto, mas ao mesmo tempo eu penso no tanto de coisa nova que está por vir e todo este sentimento dá lugar para mais ansiedade.

Não sei como estarão meu sentimentos quando a despedida realmente estiver próxima, quando penso que o Natal está chegando e eu não sei onde estarei no próximo, parece que se cria uma bolota no meu estômago, acho que estarei mais saudosista neste, talvez eu chore... mentira! certeza que eu vou chorar... mas, nenhum momento é de tristeza, porque tenho comigo a certeza que este tempo vivendo fora da minha zona de conforto me fará muito bem.

Ainda estou trabalhando o que é bom e ruim. Bom porque ajuda a pensar um pouco menos ou não pensar demais, ruim porque parece que não consigo fazer tudo o que eu gostaria antes da viagem... mas, aí eu penso no câmbio, nos euricos que ficaram ainda mais caros e dou uma segurada na vontade de já pedir demissão. São muitas alegrias e muitas buchas que ainda terei pela frente. Desmontar um apartamento, vender tudo, organizar cada detalhe para não correr o risco de esquecer nada e torcer para que cada dia passe rápido, mas não rápido demais que me faça perder o que ainda tenho pra viver.

É um turbilhão de emoções e minha TPM chegou, aí já viu né?

1 comentários:

  1. Consigo imaginar tudo isso que vc disse, Jana! Será uma vida nova, em um país completamente diferente...não tem como não ficar com a ansiedade a mil!

    beijos!

    ResponderExcluir