21/10/2016

Austrália x Irlanda


E foi até aqui que as minhas pesquisas me levaram:

Austrália x Irlanda

Uma briga boa!

Nos dois países fala-se inglês (cada um com a sua particularidade de sotaque), ambos não possuem voos direto do Brasil, a duração do voo para a Austrália é de 20h a 25 horas e possui pelo menos uma escola ou duas dependendo da combinação de voos, já a Irlanda fica bem mais próximo, com voos que duram de 15h a 18 horas.

Nos dois países você precisa estar matriculado em um curso de inglês para poder trabalhar 20 horas semanais e nos meses de férias 40h.

Austrália

Antes de começar a pesquisar sobre o país, a única coisa que eu sabia é que era a terra dos cangurus. Depois descobri que muito além disso, é um dos países mais procurados para quem deseja trabalhar no exterior, um dos fatores que pesam na escolha é o clima ser semelhante ao do Brasil. É conhecida como o Brasil que deu certo!

Como funciona:
- o visto é aplicado ainda no Brasil e você tem que comprovar condições financeiras para se manter no país, cerca de AUD (dolár australiano) 1.642,50 mensais;
- 6 meses de curso + 1 de férias;

Pontos a favor:
- clima e estilo de vida de fácil adaptação para brasileiros;
- um dos países com mais ofertas de emprego;
- os salários estão entre os maiores do mundo;
- praias paradisíacas; 
- mochilão pela Ásia com custo baixo.

Pontos contra:
- fica longe pra caramba!
- passagem cara;
- não é um intercâmbio barato;
- visto burocrático, incluindo exames.

Outras informações:
- diferentemente do que todos pensam, embora Sidney seja a maior cidade da Austrália, sua capital é Camberra;
- moeda corrente: dolár australiano;
- fuso horário: + 10 horas em relação à Brasília para Sidney;


Irlanda

Também conhecida como Ilha da Esmeralda, dizem que é difícil não se apaixonar. Sua capital é Dublin, e os preços e localização atraem muitos intercambistas. 

Como funciona:
- a aplicação para o visto é feita quando você já está no país para cursos superiores a 3 meses, cursos de até 3 meses basta carta de aceitação da escola;
- comprovação de EUR (euros) 3.000 para visto de 8 meses depositado em uma conta irlandesa;
- 6 meses de curso + 2 de férias.

Pontos a favor:
- custo x benefício, é um dos intercâmbios mais barato;
- visto menos burocrático;
- possibilidade de viajar por toda a Europa usando companhias low cost;
- lugares que mais parecem cenários de filmes;
- hospitalidade Irlandesa;
- pub's e pub's e mais pub's.

Pontos contra:
- muitos brasileiros, pode dificultar o aprendizado do idioma se você não se policiar;
- destino popular, logo a concorrência por trabalho é maior;
- clima nublado com chuvas frequentes.

Outras informações:
- moeda corrente: euro;
- fuso horário: + 4 horas em relação à Brasília (no horário de verão +3)
- assim como na Inglaterra, os irlandeses dirigem "do lado errado";

E aí, qual destino mais te agradou?

No próximo post eu conto o meu :)

Vem que no caminho eu te explico...


0 comentários:

Postar um comentário